terça-feira, 1 de abril de 2014

COTIDIANO: QUARESMA E SEMANA SANTA

Quaresma e Semana Santa: Tempo de reflexão sobre a imensidão do amor de Deus por nós
A Quaresma é o período de quarenta dias que precede a festa da Páscoa. A simbologia do número quarenta na Bíblia é o de um tempo de preparação para algo novo que está por vir.

Deste modo, durante a Quaresma, os cristãos preparam o espírito para receber o Cristo Vivo, ressuscitado no Domingo de Páscoa.

O número quarenta nos remete, de imediato, a duas situações bíblicas:
ü  Os quarenta dias e quarenta noites que Jesus passou no deserto. Nesse período o Senhor foi tentado e saiu vitorioso, mostrando-nos que podemos vencer as tentações, triunfando sobre o mal;
ü  A caminhada de 40 anos no deserto empreendida pelos hebreus, rumo à terra prometida, que não foi somente uma caminhada física, mas, também uma caminhada espiritual de descoberta do Deus verdadeiro. 

É durante a Quaresma, que começa na Quarta-Feira de Cinzas e termina na Quinta-Feira Santa, à tarde¹, que os cristãos realizam a preparação para a Páscoa que celebra a Ressurreição de Jesus Cristo e simboliza a passagem da morte para a vida, das trevas para a luz. Como Cristo, simbolicamente o cristão ressurgirá para uma nova vida.

Portanto, nos quarenta dias da Quaresma e nos sete dias da Semana Santa celebramos a compreensão de que vivemos não para perecer, mas para adentrar na vida plena criada e desejada por Deus para todos nós.

Na Bíblia, a semana com seus sete dias, é a medida simbólica da totalidade do universo. No livro de Gênesis, por exemplo, temos a criação do mundo em sete dias (uma semana) revelando o poder de Deus que faz tudo acontecer sob o comando de sua palavra.

Deste modo, surge a energia simbólica da semana. Ela é a medida do universo, a expressão dos desejos originais de Deus. Assim, a semana da criação expõe a potência da Palavra criadora, que comanda e faz acontecer. Já a Semana Santa manifesta os frutos da obediência de Cristo, que aceita a dor e o sacrifício e, por meio dele, redime a humanidade e faz surgir o “novo homem”. Portanto, na Semana Santa refletimos sobre o mistério da Salvação e a imensidão do amor de Deus por nós.

Assim como no livro do Gênesis, cada dia da semana faz menção à concepção do mundo, na Semana Santa, cada dia faz referência a um acontecimento dos últimos dias da vida de Jesus: 
ü  O Domingo de Ramos Jesus entrou em Jerusalém;
ü  Na segunda-feira Cristo foi ungido;
ü  Na terça-feira a figueira foi amaldiçoada;
ü  Na quarta-feira houve a traição de Judas;
ü  Na quinta-feira aconteceu a última ceia de Jesus com seus apóstolos;
ü  Na sexta-feira houve a agonia e crucificação de Cristo;
ü  No sábado chorou-se a morte de Jesus;
ü  E, no Domingo de Páscoa, Jesus ressuscitou.

Deste modo, a Quaresma, assim como, a Semana Santa nos fascina com seu simbolismo, mas, também, nos interpela para acolhermos seu significado profundo, que desafia a maturidade de nossa fé.

Assim, para além dos ovos de chocolate ofertados no domingo de Páscoa, devemos refletir sobre o poder da misericórdia de Deus. Um poder que surpreende a humanidade, pois, assume a forma de fraqueza humana, manifestada pela humilhação do Cristo que aceita a morte para vencê-la e nos redimir do pecado com a força do seu amor. Essa é a medida da piedade divina, que assimila as consequências do pecado, e reintegra a humanidade em seu mistério de amor.

Vanusa dos Reis Coêlho Rodrigues

¹De acordo com a Carta Apostólica de Paulo VI, aprovando as Normas Universais do Ano Litúrgico e o novo Calendário Romano geral, que diz, no n. 28: "O tempo da Quaresma vai de Quarta-feira de Cinzas até a Missa na Ceia do Senhor (Quinta-feira santa, à tarde), exclusive".
____________________________________________________________________________________
Vanusa Coêlho possui Mestrado em Psicologia da Educação (PUC/SP); MBA em Recursos Humanos (FGV). É Especialista em Educação Lúdica, Neuroaprendizagem e em Psicopedagogia Clínica e institucional (PUC/SP). É graduada em Ciências Contábeis e Letras/Inglês. É Personal Coach e Practitioner em Programação Neurolinguística. Possui Certificação em Mediação PEI e Curso de aperfeiçoamento em TDA/TDAH (EPSIBA/Buenos Aires).


Jornal Online “A Voz de Lourdes” – Abril 2014
Compilação e Edição: Sérgio Bonadiman - Revisão e Publicação: Dermeval Neves
Responsabilidade: PASCOM Paróquia Nossa Senhora de Lourdes - Vila Hamburguesa - SP
Site da Paróquia: http://www.pnslourdes.com.br

Nenhum comentário:

Postar um comentário