sábado, 1 de fevereiro de 2014

MARIA NA VIDA DA IGREJA E DO CRISTÃO CATÓLICO

Em Maria Santíssima, a Imaculada Conceição, projetamos uma nova luz para a Igreja, pois a partir do seu “Fiat” – Sim, e pelo seu dom da maternidade divina, ela se une ao Verbo Encarnado, e ao mesmo tempo, nos une ao seu Filho Redentor, e ainda pelas suas graças e funções singulares, encontra-se também intimamente unida à Igreja, onde ela tornar-se Mãe de Deus, perfeita união com Cristo e figura da Igreja.

Por esse sim amoroso e obediente de Maria, ela é honrada pela Igreja com culto especial. Desde os tempos mais antigos, a Santíssima Virgem é venerada com o título de "Mãe de Deus" e sob a sua proteção se acolhem os fiéis, que a imploram em todos os perigos e necessidades. Descobre-se aqui o valor real das palavras de Jesus, na hora da Cruz, à sua Mãe: "Mulher, eis o teu filho", e ao discípulo: "Eis a tua mãe" (Jo 19, 26-27).

As palavras de Jesus Cristo determinam o lugar de Maria na vida dos seus discípulos, na Igreja e na vida dos cristãos de hoje, ou seja, a maternidade de Maria como Mãe do Redentor representa para nós uma maternidade espiritual, que nasceu do mais íntimo do mistério pascal do Redentor do mundo.

Nós vivemos essa maternidade espiritual de Maria no Banquete Sagrado, na celebração litúrgica do mistério da Redenção, no qual se torna presente Cristo, no seu verdadeiro Corpo nascido da Virgem Maria. Por isso, somos convidados à piedade cristã, para vislumbrar a ligação profunda entre a adoração ao culto da Eucaristia e a devoção ao culto à Virgem Santíssima.

Estabeleçamos com a Virgem Santíssima, uma relação filial, ou seja, um entregar-se de um filho à Mãe, onde tem o seu início em Cristo, e Maria está definitivamente orientada para Ele. Maria continua a repetir a nós cristãos do século XXI as mesmas palavras ditas em Caná da Galiléia: "Fazei o que ele vos disser" (Jo 2,5).

Essa intimidade e proximidade da Virgem Santíssima com Jesus Cristo e com a Igreja, assume um relevo particular no que respeita aos cristãos de hoje. Aqui desejaria somente salientar que a figura de Maria de Nazaré projeta luz sobre todos os cristãos, pelo fato exatamente de Deus, no sublime acontecimento da Encarnação do Filho, se ter confiado aos bons préstimos, livres e ativos para o ser humano feito à sua imagem e semelhança (Gn 1, 27).

Portanto, os cristãos olhando para Maria Santíssima, nela encontrará o segredo para viver dignamente a sua vocação cristã e levar a efeito a sua verdadeira e plena realização conforme a vontade de Deus.

A Igreja lê e reconhece à luz de Maria, o rosto de cada cristão como um reflexo de uma beleza que é espelho dos mais elevados sentimentos que o coração humano pode abrigar: a totalidade do dom de si por amor a Deus.

Frei Laércio da Cruz, OAR.



Jornal Online “A Voz de Lourdes” - Fevereiro 2014
Compilação e Edição: Sérgio Bonadiman - Revisão e Publicação: Dermeval Neves
Responsabilidade: PASCOM Paróquia Nossa Senhora de Lourdes - Vila Hamburguesa - SP
Site da Paróquia: http://www.pnslourdes.com.br

Nenhum comentário:

Postar um comentário