quarta-feira, 1 de abril de 2015

REFLETINDO COM SANTO AGOSTINHO


01- DEUS AMA TANTO A CADA UM COMO SE NÃO EXISTISSE NINGUÉM MAIS A QUEM PUDESSE DEDICAR SEU AMOR.

02- Nenhum homem é verdadeiro se Deus não fala nele. E quando Deus fala no homem? Quando o homem está pleno de Deus. (Com. Sl. 73,24).

03- Dignou-se partilhar nossa mortalidade para que nós pudéssemos participar de sua divindade. Fazendo-se partícipe com muitos na morte, nos fez a todos partícipes de sua vida. (Com. Sl. 118,19,6).

04- Eis que estás muito baixo, longe de Deus, ó homem! E Deus está muito acima, longe do homem. Mas entre os dói se colocou o Deus-homem. Reconhece Cristo e, pelo homem, sobe a Deus. (Serm. 82,6).

05- Mas, a Palavra de Deus é fonte de vida eterna e não passa. (Conf. XIII 31,19).
06- A oração pelo irmão tem muito mais mérito quando junto com ela se oferece o amor. (Carta 20,2).
07- Quando o Verbo revestiu-se da fragilidade da carne, foi acolhido e não limitado no seio da Virgem; de modo que aos anjos não faltou o pão da sabedoria e nós pudemos saborear a suavidade do Senhor. (Serm. 187,1)..
08- Qual é o aglutinante que mantém os homens unidos a Deus? É a liga do amor. Ama e adere a Deus. Deixa que ele vá na frente para que tu o sigas. (Com. Sl. 62,7).
09- Ser cristão não é conquistar Cristo, mas deixar-se conquistar por ele. Deixa que ele conquiste em ti, que ele conquiste para ti, que ele te conquiste. (Com. Sl. 149,10).
10- Um homem rico e orgulhoso assemelha-se a um asco vazio. Exteriormente é uma grande figura, mas no coração é um mendigo. Não está cheio, está inchado. (Serm. 36,2).
11- Devemos buscar a Deus e orar nesse recôndito secreto da alma que se chama o homem interior. (O Mestre 1,2).
12- Um falso testemunho pode destruir um bom nome. Mas ninguém pode destruir uma consciência boa. (Serm. 3,43,2).
13- Com o coração pedimos, com o coração buscamos. À voz do coração a porta se abre. (Serm. 91,3).
14- Não há motivo para tristeza duradoura onde há certeza de felicidade eterna. (Carta 263,4).
15- Para chegar à ressurreição da graça do Senhor temos que passar primeiro pela crucifixão de nossos pecados na penitência. (A Trindade 4,3.6).


Jornal Online “A Voz de Lourdes” – Abril 2015Compilação e Edição: Sérgio Bonadiman - Revisão e Publicação: Dermeval NevesResponsabilidade: PASCOM Paróquia Nossa Senhora de Lourdes - Vila Hamburguesa - SPSite da Paróquia: http://www.pnslourdes.com.br

Nenhum comentário:

Postar um comentário