terça-feira, 1 de dezembro de 2015

CATEQUESE: O NATAL NA CATEQUESE


Mais um Natal vem chegando, carregado de inquieta esperança, de alegria, e expectativas; fazendo ecoar no coração das crianças, dos adolescentes, dos adultos e de todas as pessoas, a magia do grande mistério da revelação de Jesus: “e o verbo se fez carne e habitou entre nós” (Jo 1,14).

Amiga e amigo catequista, Natal, tempo de graça, e de amor. É para você que vai nossa proposta de trabalhar na catequese, com os catequizandos, o NATAL, com sua simbologia, dentro do projeto de Evangelização da Igreja no Brasil “Queremos ver Jesus”. Preparemos o nosso coração e o de nossos catequizandos para esta grande festa da cristandade, a Festa do Natal do Senhor, dando o grande destaque de que o aniversariante é Jesus.

É necessário passar para nossos catequizandos que as comemorações do Natal constituem uma festa tipicamente cristã. Esta festa é o ponto central de um conjunto de comemorações que chamamos de ciclo de Natal dentro do Ano litúrgico e que tem uma preparação muito especial, a começar pelo Advento.
Será Natal todo dia, quando soubermos construir um mundo melhor, onde todos possam viver em paz, sem fome, com casa para morar, terra para trabalhar, com direito à saúde e à vida digna, na igualdade e na fraternidade.
Partindo da metodologia catequética, ter presente as etapas interativas de um encontro de catequese: ensinar-aprender-sentir-descobrir-experienciar, seguindo sempre os passos: acolhida, motivação, palavra, oração atividades, ação.
Quando chega o Natal, vamos todos e todas iluminar nosso coração e encontrar melhor jeito de surpreender as pessoas necessitadas que estão ao nosso lado e, de mansinho, partilhar o que temos com aqueles que nunca tiveram um Natal Feliz; atendendo  ao que nos diz Jesus: “Eu vim para que todos tenham vida e vida em abundância (Jo 10,10).
A história do Natal veio com os europeus, que celebravam muito antes do Natal, a chegada da luz, dias mais longos no final do inverno, Tratava-se de uma comemoração do “Retorno do Sol”. A Igreja Católica, então, toma esta data e, a partir do século IV, festeja o aniversário do Nascimento de Jesus. O dia 25 apareceu pela primeira vez no calendário de Philocalus, no ano 324, opção feita pelo Papa Júlio I, com o objetivo de cristianizar as grandes festas pagãs. A palavra NATAL quer dizer nascimento.
No Natal realiza-se o mistério da Encarnação de Jesus Cristo. Ele torna-se presença viva no meio de nós. Mesmo assim, não encontrou lugar para nascer. O mistério do nascimento de Jesus é o projeto do Pai, levando a história à sua plena realização.
Catequista! Você está convidado (a) a celebrar o Natal com sua vida e seu  coração, passando para os  catequizandos ensinamentos que os conduzam a novas atitudes de vida, à consciência crítica, à partilha e à misericórdia, buscando luz, fé, alegria de viver, construindo, assim, um mundo novo.
Para que, pela sua catequese, você, catequista, prepare seu coração e o coração dos catequizandos para o Natal, daremos algumas sugestões ou pistas de como desenvolver esta preparação.
Advento – compreende os quatro domingos que antecedem o Natal. O que quer dizer advento? Iniciar o processo de educação da fé, criando condições para que os catequizandos entendam, sintam e conheçam o Tempo do Advento, fazendo a experiência nesta preparação.
Realizar pesquisa sobre o Advento. Entrevistar pessoas da comunidade, para saber o que significa Advento; trazendo um apanhado de informações sobre o tema, para serem analisadas, discutidas e escritas pelos catequizandos.
Preparar a coroa do Advento com as quatro velas e explicando o seu significado, e, onde vemos esta coroa exposta, trabalhar o significado das cores.
Símbolos natalinos – Arrolar, com os catequizandos, todos os símbolos natalinos que eles conhecem, que existem nas famílias e na comunidade e trabalhar, devagar o significado de cada um.
Organizar oficinas na sala de catequese para confecção destes símbolos com recortes de jornal, desenhos, papel colorido, pinturas e colocando em exposição, num cantinho da sala de catequese.
Montar um presépio com os personagens feitos com argila, massa, jornais, retalhos de pano, confeccionados pelos próprios catequizandos, dando-lhes ao mesmo tempo o significado de cada um. O Presépio é uma das mais antigas representações artísticas do nascimento de Jesus. Foi São Francisco que, no ano 1223, fez o primeiro presépio, com figuras de barro representando o ambiente do nascimento de Jesus.
Montar a árvore de Natal num canto da sala. A árvore luminosa, colorida, enfeitada é uma das tradições do Natal e tem sua origem, que poderá ser pesquisada pelos catequizandos, bem como seu significado.
Ver outros símbolos utilizados nas celebrações natalinas e explorar seu significado.
Bolas coloridas – É enfeite tradicional da árvore de Natal. Simbolizam o grande dom do Pai que é Jesus, fruto do amor e também das nossas boas ações.
Sinos – servem para enviar mensagens, com sons festivos;
Estrela – Usada na ponta da árvore de Natal. Guiou os Reis Magos até a manjedoura de Jesus.
Velas – Simbolizam Cristo, a luz do mundo.
Presentes – Presentear é um costume muito antigo. Colocavam sob a árvore de Natal, e simboliza que Cristo é o grande presente de Deus a todas as pessoas.
Cartões de Boas Festas – É prática comum o envio de mensagens natalinas às pessoas que conhecemos e amamos.
Anjos – O Anjo Gabriel, anjo da anunciação, que levou a mensagem do nascimento de Jesus a Maria.
Cânticos natalinos – Ensinar os cânticos natalinos, que trazem uma mensagem sempre nova de alegria, de festa e de amor; ex.: Noite Feliz; Bate o Sino, Natal das Crianças e muitos outros. Como vemos, temos um extenso conteúdo que, se trabalhado na catequese, com amor, com dedicação, criando momentos de encontro pessoal com Jesus, através da leitura orante da Bíblia, através dos textos bíblicos que iluminam a festa do Natal, esta terá outro sentido para a nossa vida a de nossos catequizandos e suas famílias. Não percamos esta oportunidade. Façamos de nossa catequese um tempo novo de esperança.
O enfoque comercial onde a sociedade vive uma estrutura de consumismo e o cunho de uma festa meramente social e secularizada,  mudará. Todo este esforço comercial  tem pouco a ver com Jesus Cristo.
CATEQUISTA! Pense nisto. Aja. Anuncie que é NATAL!
Então é Natal!
Jesus estará nascendo no mundo
trazendo paz, ternura e fraternidade!


Fonte: Irmã Anna Gonçalves – Coordenadora Diocesana de Catequese – Diocese de Blumenal


Jornal Online “A Voz de Lourdes” – Dezembro de 2015
Compilação e Edição: Sérgio Bonadiman - Revisão e Publicação: Dermeval Neves
Responsabilidade: PASCOM Paróquia Nossa Senhora de Lourdes - Vila Hamburguesa - SP
Site da Paróquia
http://www.pnslourdes.com.br

Nenhum comentário:

Postar um comentário