quinta-feira, 6 de outubro de 2016

ENTREVISTA DO MÊS

CONHECENDO NOSSOS PAROQUIANOS: RUBENS E LEDA
 


Começamos este mês de outubro entrevistando um casal alegre e simpático, cheio de histórias sobre nossa paróquia. São eles: Rubens Gonçalves do Nascimento e Maria Leda Altieri do Nascimento.

Leda nasceu na Lapa. De família muito religiosa, numerosa (12 irmãos),todos congregados marianos, frequentava a Paróquia Nossa Senhora da Lapa, onde foi batizada, fez a primeira Comunhão e o Crisma.

Rubens nasceu no nosso bairro, tem dois irmãos e é primo do seu Arnaldo, outro querido paroquiano nosso.   Frequentava a Paróquia Nossa Senhora de Fátima na Vila Leopoldina, participava da cruzadinha infantil, ia nas missas quando criança, até que na adolescência, se afastou um pouco da igreja.

O ano era 1956. O grande “point’ da juventude da época na nossa região, era a Rua 12 de Outubro. Certa vez, os dois estavam com amigos passeando por lá e se conheceram. O dia? 29 de janeiro! Começaram a namorar, noivaram e três anos depois, no dia 29 de novembro de 1958, na Paróquia Nossa Senhora da Lapa, se casaram.

Eles começaram a frequentar nossa paróquia no mesmo ano, quando ainda era uma capela e os padres salesianos da Paróquia Dom Bosco vinham celebrar as missas. Enquanto Frei Rosalvo cuidava da construção da nossa pequena Igreja, Rubens continuava um pouco afastado das missas. Um dos irmãos de Leda o catequizou. Voltou a se aproximar da religião, tornando-se grande amigo do Frei Rosalvo. Fez parte da comissão que planejava eventos para a construção da nova Igreja. Leda, por sua vez, foi catequista na época do Frei Simão.

Em agosto de 1959 tiveram sua primeira filha, Miriam. Em janeiro de 1962, nasceu o Roberto. Miriam lhes deu os netos Rodrigo (hoje com 27 anos) e Tiago, com 24 anos. Roberto lhes deu os netos Fábio (hoje com 25 anos), Isadora, com 24anos e Manuela, de 11 anos.

Em 1973, fizeram o Encontro de Casais, e desde então, participaram da maioria dos movimentos da paróquia, sempre com muita alegria e disposição.

Durante os eventos que faziam para arrecadação de dinheiro para a construção da nova Igreja, Rubens nos conta que fizeram campanhas maravilhosas, entre elas muitas festas, bingos, e rifas. Uma dessas rifas, foi a de um apartamento na Praia Grande, a qual fez muito sucesso e era uma inovação para a época! Na gestão do Frei Egisto, no começo dos anos 1990, faziam grandes jantares, para cerca de 400 pessoas. Teve a venda dos bancos da Igreja, diversas outras campanhas, como a da “Vende-se uma igreja”, bastante comentada e frutífera, e com a graça de Deus, a nova Igreja foi inaugurada em dezembro de 1993. Atualmente, Leda participa do Bazar do amor e no Sopão, nos dias de quarta feira.

Nessas décadas todas de amizade com seus amigos do bairro, eles relembraram que desde o início do crescimento da Vila Hamburguesa, pelos idos dos anos 1960, como eram poucas famílias que moravam pelas redondezas da nossa Igreja, todos se conheciam, muitas famílias tinham pessoas que se casavam com os de outras famílias, formando assim uma turma que hoje em dia, boa parte tem parentesco com as pessoas de nosso convívio na paróquia.

Os paroquianos eram muito unidos na época (e continuam sendo até hoje, são uma grande família!), mas nos anos das décadas de 1970/80, a maioria tinha os filhos pequenos e todos gostavam de se reunir e ir juntos ao Clube de Campo em Cotia, o Cemucam, onde passavam o dia juntos e contavam com a presença de Frei João Batista, que hoje mora em Brasília.

Na celebração de seus 50 anos de casamentos, o casal reuniu a família e os amigos em nossa paróquia, em cerimônia realizada pelo Frei Mário, no dia 29 de novembro de 2008. Foram convidados pelo mesmo Frei a participarem da FRASAR, estão muito felizes com essa nova missão junto com parte da grande família que eles fazem parte, que são os paroquianos da nossa comunidade!

Sobre o significado da nossa Paróquia em suas vidas: é tudo, seu guia, suas vidas, sua segunda casa! 

Mensagem de fé do casal aos leitores: “Deus é tudo, não podemos viver sem Ele. Todos temos momentos difíceis, mas com Deus, tudo passa! Nascemos para viver em comunidade, não sozinhos. O melhor lugar é a Igreja, nossa Paróquia. Com amizade feita  na Igreja, as chances de encontrar maldade é menor”.

São com essas sábias palavras que terminamos nossa entrevista, agradecendo imensamente ao casal pela oportunidade de conhecê-los um pouco mais e sairmos com mais este aprendizado!


Deus os abençoe e sua família também. 


Jornal Online “A Voz de Lourdes” – Outubro de 2016
Compilação e Edição: Sérgio Bonadiman - Revisão e Publicação: Dermeval Neves
Responsabilidade: PASCOM Paróquia Nossa Senhora de Lourdes - Vila Hamburguesa – SP
Site da Paróquiahttp://www.pnslourdes.com.br

Nenhum comentário:

Postar um comentário