domingo, 8 de setembro de 2013

COTIDIANO - CAFEÍNA

Cafeína: Beba com moderação!

Provavelmente você já ouviu falar em tomar café e/ou Red Bull para estudar. E combinar bebida alcoólica com Red Bull na balada? Muitos de nós já vimos ou ouvimos falar de pessoas que fazem uso dessas práticas que prometem energia imediata, seja para sustentar baladas intermináveis, estudar ou trabalhar.

Diante dessas práticas cada vez mais comuns, não podemos ignorar o uso da cafeína como droga utilitária.

Mas, você diria que a cafeína é uma droga poderosa, porém, inofensiva?

Pois é, com sabor agradável, socialmente aceita e apta a manter o usuário acordado e produtivo por mais de três horas, sem grandes riscos e com efeitos colaterais leves, a cafeína estimula o sistema de vigília, aumentando a atenção, a concentração e a memória. Porém, quando consumida em excesso afeta o sistema nervoso central podendo levar à perda de nutrientes que tem ação calmante no sistema nervoso.

Esse efeito conjugado pode originar agitação, dificuldades no sono, assim como, levar ao desenvolvimento de ansiedade crônica, sem contar que sob a ação da cafeína, os efeitos do estresse podem ser aumentados desencadeando insônia, agitação, taquicardia, pupilas dilatadas e etc.

Portanto, se a cafeína atua como uma droga, os usuários freqüentes também podem apresentar sinais de dependência, ainda que o vício não seja considerado doença psiquiátrica. Estudos assinalam que consumidores regulares de cafeína quando não tomam sua porção diária de café, por exemplo, tendem a ficar irritadiços, ansiosos ou com dor de cabeça e mais, o corpo pode demandar doses cada vez maiores para sentir-se bem. Portanto, exagerar na dose não seria uma boa idéia.

No caso da bebida energética misturada ao álcool os efeitos colaterais podem ser ainda mais intensos, por isso, em algumas cidades dos Estados Unidos foi proibido esse tipo de combinação, porém, assim mesmo, muitas pessoas insistem em ingerir energéticos associados a drinks por lá.

A cafeína normalmente não é a única substância energética presente embebidas como  o Red Bull. Os energéticos, além da cafeína, costumam possuir uma alta dose de taurina que tem a função de aliviar a fadiga muscular, mas, que em excesso, também pode causar problemas à saúde.

Na França e na Dinamarca, por exemplo, alimentos e bebidas que contêm a taurina são vendidos apenas em farmácias. E, no Brasil, a ANVISA (Agencia Nacional de Vigilância Sanitária) estabeleceu limites para a quantidade de cafeína e taurina nas “bebidas prontas”.

O efeito da cafeína é variável conforme a idade, o peso e a habilidade do fígado de processar a substância. Uma xícara média de café, por exemplo, é capaz de deixar um adulto alerta por 3 a 6 horas. A cafeína age com rapidez e em 3 horas, sua presença no organismo cai pela metade.

Portanto, o consumo da cafeína deve ser feito com moderação, ou seja, sem excessos, para que possamos usufruir de seus efeitos benéficos. Por isso, beba com moderação!

Autoria do Texto: Vanusa Coelho Rodrigues (*)

(*) Graduada em Ciências Contábeis e Letras/Inglês. Especialista em Neuroaprendizagem e em Psicopedagogia Clínica e Institucional. É Personal Coach e Practitioner em Programação Neurolinguística. Possui MBA em Recursos Humanos; certificação em Mediação PEI e Curso de aperfeiçoamento em TODA e TDAH.

Jornal Online “A Voz de Lourdes” - Setembro 2013
Compilação e Edição: Sérgio Bonadiman - Revisão e Publicação: Dermeval Neves
Responsabilidade: PASCOM Paróquia Nossa Senhora de Lourdes - Vila Hamburguesa - SP
Site da Paróquia: http://www.pnslourdes.com.br

Nenhum comentário:

Postar um comentário