quarta-feira, 4 de maio de 2016

ENTREVISTA DO MÊS: CONHECENDO NOSSOS PAROQUIANOS

JESUS E MADALENA

A entrevista desta edição nos dá o prazer de conhecer um casal muito alegre, e ao mesmo tempo polêmico no quesito teológico, afinal, quem disse que Jesus não se casou com a Madalena?! As provas virão a seguir!

Jesus Portes Vieira sempre morou  no nosso bairro, frequenta a nossa paróquia desde criança. Foi coroinha de vários freis, entre eles Frei Hilton e Frei Nicolás. Começou a participar da Legião de Maria e a convite da Eglayr foi no Encontro da Legião, onde conheceu Madalena.

Madalena Maria dos Santos Portes Vieira nasceu em Paranavaí (PR), e mudou-se ainda criança com sua família para Campo Grande(MT). Seus pais, sempre muito religiosos, eram do Sagrado Coração de Jesus, e Madalena frequentava sempre a Igreja, até ser convidada a participar da Legião de Maria, chegando à presidência, onde também foi participar do mesmo Encontro da Legião que Jesus participava.

O ano era 1987. O Encontro foi em São Paulo, na Vila Carrão,  nos dias 15-16-17 de maio.

Havia pessoas de vários lugares do Brasil e durante as refeições ou atividades em grupo, tinha um revezamento de lugares nas mesas e cadeiras, de modo que todos pudessem se conhecer, mas o engraçado é que os nomes dos dois sempre eram colocados próximos um do outro, e foi assim que ficaram amigos. Conversaram tanto no último dia do Encontro que a Madalena até perdeu o ônibus para Campo Grande!

Ficaram trocando cartas e telefonemas por meses, até que começaram a namorar no dia 26/12/1987. Ficaram noivos no dia 16/04/1989. Entre idas e vindas, visitas trocadas, cartas e juras de amor, enfim se casaram no dia 17/10/1992, em Campo Grande.

Curiosamente, foi no mesmo altar que um ano antes, no dia 17/10/1991 que o Papa João Paulo II celebrou uma missa, na Paróquia Nossa Senhora Auxiliadora. Essa coincidência os deixa muito emocionados, com a certeza dos sinais do amor de Deus sobre sua união matrimonial.

Jesus antes do casamento morava sozinho com sua mãe, Dona Jovita, já viúva. Sempre foram muito unidos, ele se espelhou e se inspirou na devoção religiosa que ela lhe passou. Desde que ela se casou, conservou uma imagem de Nossa Senhora Aparecida e Dona Jovita rezava o terço religiosamente todos os dias às 18:00hs.

Infelizmente, ela faleceu em junho de 1993, sem conhecer os netos que tanto sonhava, mas de lá do céu ela os abençoa! Jesus e Madalena guardam com carinho a imagem de Nossa Senhora Aparecida em seu lar.

Madalena sempre que possível ia a Campo Grande visitar seus pais. Sua mãe dona Izaurina faleceu em 24/11/1994, sem saber que Madalena estava grávida, aliás, nem mesmo ela sabia. Mesmo em meio à dor daquele momento, seu irmão se casou dia 09/2/1994, pois estava com todos os preparativos do casamento prontos, e sabiam que sua mãe ficaria feliz.

Felicidade maior aconteceu no dia 07/07/1995, quando nasceu Isa Santos Portes Vieira, onde Madalena e Jesus homenagearam Dona Izaurina colocando na neta as iniciais do nome da avó, que gesto lindo!

Isa era uma garotinha muito inteligente e sapeca. Começou a ler com 5 anos com a ajuda da nossa amiga paroquiana Cidinha. Muito precoce, Isa via Cidinha trabalhando com outras crianças na Infância Missionária e queria participar, mas foi alertada por Cidinha que não poderia ainda porque teria que saber ler. Se esse era o problema, Isa tratou logo de resolver e parece ter tomado gosto pelos livros, haja visto que entrou na faculdade aos 17 anos e já se forma em Direito no ano que vem! Vivia pedindo um irmãozinho, e de tanto pedir, em 15/05/2000 nasceu o Guilherme Santos Portes Vieira. Ela ajuda e cuida do irmão e até hoje são muito unidos, são filhos abençoados e maravilhosos.

Os dois foram batizados em nossa paróquia: Isa pelo Frei Dito em 19/05/1996, e o Guilherme pelo Frei Raimundo, no dia 15/04/2001. Também fizeram a Primeira Comunhão e a Crisma em nossa paróquia. Isa já cantou nas Missas e o Guilherme já foi coroinha.

Jesus e Madalena sempre participaram da Missa, e à medida que as crianças foram crescendo, eles sentiram a possibilidade de se engajar mais na Comunidade paroquial, pois dispunham de mais tempo. Foi a partir do convite de Frei Mário para serem Ministros da Eucaristia que eles começaram a trabalhar mais. O Frei Ademildo foi até a casa deles visitá-los e os convidou para participarem da Pastoral da Família. Isso foi há mais ou menos 5 anos, e desde então estão muito felizes em poder ajudar outras famílias.

Participam do Encontro de Casais, Encontro de Noivos, além de trabalharem na quermesse e na Missa da Família, com muito amor e carinho, sempre juntos!

O casal mantém um Grupo de Oração dos casais na paróquia Nossa Senhora de Fátima, onde se reúnem uma vez por mês.

Sobre o significado da nossa paróquia em suas vidas, ambos afirmam que é o fermento da vida, da união, o fortalecimento da fé, o que dá sentido, faz parte da família, não dá para separar.

Mensagem de fé da família aos leitores:

Tomem muito cuidado com as facilidades da vida. O que vale realmente a pena só se conquista com luta. O que vem fácil, vai fácil. Devemos lembrar que a porta do céu é estreita. Tem que se ter amor, paixão no que se faz.

“Não se esquece aquilo que se ama. Não se ama aquilo que não se conhece”(Santo Agostinho).

O casal aproveita para convidar todos que sintam que a Comunidade paroquial é uma família, e sendo todos da mesma família, que venham participar das nossas Celebrações, em especial da Missa da Família, que ocorre sempre no segundo domingo do mês, às 19:00hs.

Ao nosso casal bíblico, muito obrigado pelo seu trabalho enaltecedor em nossa paróquia, que é de vocês. Parabéns pelo belo testemunho, pela linda família e que Deus os abençoe sempre!


Jornal Online “A Voz de Lourdes” – Maio de 2016
Compilação e Edição: Sérgio Bonadiman - Revisão e Publicação: Dermeval Neves
Responsabilidade: PASCOM Paróquia Nossa Senhora de Lourdes - Vila Hamburguesa - SP
Site da Paróquiahttp://www.pnslourdes.com.br

Nenhum comentário:

Postar um comentário