domingo, 3 de novembro de 2013

ACONTECEU NA IGREJA - FLIPINAS: AÇÃO AGOSTINIANOS

TERREMOTO NAS FILIPINAS COM DEZENAS DE MORTOS E
DESTRUIÇÃO DO PATRIMÔNIO DOS AGOSTINIANOS RECOLETOS

No dia 15 de outubro, um terremoto de 7,2 graus na escala Richter sacudiu a ilha de Bohol, nas Filipinas, deixando atrás de si quase 200 mortos, 600 feridos, 600.000 famílias afetadas e grandes danos em infra-estruturas e patrimônio histórico.

Os Agostinianos Recoletos, desde 1606 presentes em Filipinas e históricos evangelizadores de Bohol, se mobilizaram para atender às vítimas com assistência e alojamento, e abrindo uma conta bancaria para constituir um fundo com a ajuda procedente de todo o mundo.

A Ordem como tal, desde sua sede central em Roma, abriu uma conta bancária para recolher recursos procedentes de todo o mundo para ajudar as vítimas. A própria Cúria Geral encabeçou a lista de contribuição com uma substanciosa quantia, e convida a todos os religiosos, fraternidades, simpatizantes e pessoas de boa vontade a enviar sua contribuição.

Os dados são os seguintes:

Iban     IT50X0200805134000101559404
Swift    UNCRITM1731
Titular  Cúria Generalizia. Fondo sociale.

O quinto terremoto mais forte da história do país

O terremoto teve seu epicentro localizado no centro da ilha de Bohol, na área turística de Chocolate Hills, e afetou a região de Visayas Central, especialmente as ilhas de Bohol, Cebú e Siquijor. Mais de 3,4 milhões de pessoas de sete cidades em três províncias distintas se viram afetadas pelo movimento telúrico, o mais intenso vivido pelas Filipinas nos últimos 20 anos.

Cerca de 110.000 pessoas tiveram que refugiar-se nos 90 abrigos para refugiados que se instalaram na área. O terremoto destruiu mais de 34.000 casas e causou danos na infra-estruturar da região, com 24 pontes submersas e 13 estradas obstruídas em Bohol, o que obviamente dificulta muitíssimo os trabalhos das equipes de resgate.

Ao todo 17 igrejas históricas ficaram prejudicadas. Muitas delas foram construídas pelos Agostinianos Recoletos e estavam registradas no elenco de patrimônio histórico de Filipinas.

Praticamente afundadas estão os templos de Loón, Dauis e Loboc, entre outros; e sofreram graves danos os de Lila, Loay, Maribojoc e Baclayón. Na cidade de Cebú, a basílica menor de Santo Niño, que data do século XVI e é considerado o monumento mais antigo da Igreja filipina, sofreu também graves danos.

Até o momento foram contabilizados 190 mortos, cifra ainda não definitiva enquanto os trabalhos de socorro não chegarem a todos os lugares.

Maiores informações, favor acessar o site oficial da Ordem dos Agostinianos Recoletos: www.agustinosrecoletos.com


Jornal Online “A Voz de Lourdes” - Novembro 2013
Compilação e Edição: Sérgio Bonadiman - Revisão e Publicação: Dermeval Neves
Responsabilidade: PASCOM Paróquia Nossa Senhora de Lourdes - Vila Hamburguesa - SP
Site da Paróquia: http://www.pnslourdes.com.br

Nenhum comentário:

Postar um comentário