segunda-feira, 1 de outubro de 2018

PALAVRA DO PÁROCO


"Em Jesus, com Maria, restauramos a vida".
Novena e Festa da Padroeira 2018 será um clamor pela restauração da vida.

Queridos paroquianos!

Com a chegada do mês de outubro, mês dedicado às missões, nossa caminhada já começa a visualizar o final do ano.  Destaque também para a solenidade de Nossa Senhora Aparecida e do início das nossas assembleias paroquiais sobre o Sínodo de São Paulo.

A intenção do Papa para este mês de outubro sintoniza-se com o Mês Missionário: interceder para que os consagrados e as consagradas assumam com mais intensidade o ardor missionário, indo ao encontro dos pobres, dos marginalizados e daqueles que não tem voz e nem vez na sociedade de nossos dias.

Uma intenção muito característica do Pontificado do Papa Francisco, que incentiva a ir às periferias sociais com o testemunho do despojamento evangélico para evangelizar pelo testemunho existencial. Rezar, portanto, para que o primeiro testemunho do ardor missionário seja dado e realizado por aqueles que consagram suas vidas a Deus.

O tema da Novena da Padroeira de 2018 é muito significativo: "Em Jesus, com Maria, restauramos a vida". O tema comemora os 40 anos da restauração da imagem de Nossa Senhora Aparecida. Uma imagem restaurada, portanto, que nos incentiva a refletir sobre cada um de nós, imagem de Deus, necessitada de constante restauração para poder resplandecer em nossas vidas o esplendor da glória divina.

O serviço missionário, do ponto de vista da restauração, alcança um valor e uma dimensão imensos. Restaurar vidas, restaurar comunidades, restaurar sociedades destruídas pelo mal, pelo ódio... Restaurar com a força e com o amor do Evangelho. O envio missionário é uma proposta de restauração: para que todas as coisas, todas as pessoas sejam restauradas em Cristo Jesus (Ef 1,10).

Teremos neste mês em nossa arquidiocese o início das assembleias paroquiais do Sínodo que constituirão em três sessões: a primeira visa alongar mais o olhar e abrir os ouvidos para a realidade religiosa, pastoral e evangelizadora da paróquia. A segunda visa o discernimento evangélico sobre a realidade religiosa, evangelizadora e pastoral da paróquia e a elaboração de propostas para a renovação da vida e a missão da Igreja na Paróquia.

Finalmente a terceira visa apresentar as propostas, refletir sobre elas para um maior consenso, e celebrar o exercício da comunhão e da corresponsabilidade, a pertença a uma comunidade eclesial e a graça de cooperar no processo de conversão e renovação da vida e da missão da Igreja.

Serão convocados para participar, na qualidade de membros da Assembleia Paroquial do Sínodo: vigários paroquiais, sacerdotes e diáconos que exercem o ministério na paróquia, todos os membros do Conselho de Pastoral Paroquial e do Conselho de Assuntos Econômicos, seminaristas que atuam na Paróquia, três representantes de cada grupo de reflexão sinodal formado a partir das pastorais, serviços, movimentos, associações de fiéis e novas realidades presentes na Paróquia, dois representantes de cada Instituto de Vida Consagrada e Sociedade de Vida Apostólica presentes na Paróquia, dez fiéis escolhidos livremente pelo Pároco ou Administrador paroquial, sendo a metade deles constituída por jovens.

Assim sendo, convoco a todos para que possamos contribuir com as pastorais, grupos e movimentos da Paróquia. “Divino Espírito Santo, vós sois a alma da Igreja e renovais a face da terra. Vinde em nosso auxílio na realização do primeiro Sínodo arquidiocesano de São Paulo. Renovai em nós a fé, a esperança e a caridade; animai-nos com um vivo ardor missionário para o testemunho do Evangelho nesta Cidade imensa. Divino Espírito Santo, iluminai-nos!” (parte da oração do Sínodo).

Frei Alcimar Fioresi, OAR.


Jornal Online “A Voz de Lourdes” – Outubro de 2018
Compilação e Edição: Sérgio Bonadiman - Revisão e Publicação: Dermeval Neves
Responsabilidade: PASCOM Paróquia Nossa Senhora de Lourdes - Vila Hamburguesa – SP
Site da Paróquiahttp://www.pnslourdes.com.br

Nenhum comentário:

Postar um comentário