quarta-feira, 7 de dezembro de 2016

CATEQUESE

ALGUMAS DICAS SOBRE O NATAL


Que sentido nós estamos dando ao Natal? Como estamos trabalhando esse tema em nossos encontros catequéticos?

Será que é proibido falar do Papai Noel na catequese?

Não se trata de proibição, a questão é saber dar sentido às coisas... Se nós perguntamos a um grupo que está iniciando sua caminhada de fé: o que te vem a mente, quando escuta falar de NATAL? Certamente a maioria responderá: papai noel, presentes... Pode até que um ou outro, responda: nascimento de Cristo. O tema a ser desenvolvido sempre deve partir daquilo que conseguimos colher da turma, ou seja, meu encontro deve começar por aquilo que eles já sabem, não os subestimem,  achando que ninguém sabe nada. 

Quando trabalhamos o sentido do Natal, devemos ter a mesma cautela de quando trabalhamos a Páscoa, colocando o bom velhinho e o coelhinho com seus ovos de "chocolates" no lugar que lhes cabe, sem excluí-los é claro, pois isso pode chocar e bagunçar a cabecinha dos pequenos. Repito, o importante é saber dar sentido às coisas. Para isso, o catequista precisa estar por dentro, estudar sobre o significado dos diversos símbolos, valorizando e aprofundando os principais.

Por exemplo, dois 'sinais / símbolos' que devemos explorar são: o presépio e a coroa do advento.

Qual o significado do presépio? Quando surgiu? Quem montou o primeiro presépio? Por quê? Podemos promover um concurso do presépio mais criativo, com coisas recicladas. Fizemos aqui uma vez, e foi lindo... Ou até mesmo incentivá-los e ensiná-los a montar o presépio que tem em casa, gradativamente, conforme vai se aproximando do Natal, vai se colocando os personagens. Digo isso, pois a maioria, até mesmo catequistas, montam seus presépios em novembro, já com o menino Jesus... Cadê a espera, cadê o sentido desse tempo de advento, preparação?

Na época esse foi o escolhido. O catequizando construiu a casinha; plantou as sementes e esperou crescer... E tudo foi acompanhado pela família... Quando fui até a casa para ver o presépio, foi emocionante o testemunho dos pais dizendo o quanto isso foi importante, que de fato esse símbolo, a representação do nascimento de Jesus, esteve esquecido por muito tempo...

Faça uma oficina sobre a coroa do advento. Enquanto se trabalha, vá conversando sobre o sentido de cada vela, sobre os ramos verdes, sobre a fita vermelha. Isso tudo vai dando sentido a esse tempo de espera. E o melhor: eles vão levar esse sinal pra casa com a oração para ser feita em cada semana. Isso evangelizará também a família.

Muitas vezes nós catequistas não nos programamos com antecedência e quando percebemos não dá mais tempo para trabalhar as coisas no tempo certo e lá se vai a grande chance de fazer acontecer encontros mistagógicos, encontros que de fato os conduza aos mistérios.




Jornal Online “A Voz de Lourdes” – Dezembro de 2016
Compilação e Edição: Sérgio Bonadiman - Revisão e Publicação: Dermeval Neves
Responsabilidade: PASCOM Paróquia Nossa Senhora de Lourdes - Vila Hamburguesa – SP
Site da Paróquiahttp://www.pnslourdes.com.br

Nenhum comentário:

Postar um comentário